Partirão em agosto, para o Sumbe, em angola, ao abrigo do processo de geminação das dioceses de Leiria-Fátima e Novo Redondo.
Partirão em agosto, para o Sumbe, em angola, ao abrigo do processo de geminação das dioceses de Leiria-Fátima e Novo Redondo. Em agosto de 2006 partirão para a missão do Gungo, dois sacerdotes e três leigas. O padre David Nogueira ficará na missão por três anos, enquanto que as leigas Sónia e Catarina vão por dois anos enquanto que Vera vai por um ano. O padre Ví­tor Mira irá também para apoiar nesta fase inicial e depois regressará.
Para apoiar a permanência da equipa, está a ser lançada a campanha “Grupo dos Mil e Tal amigos”. Quem quiser participar nesta campanha colabora com um euro mensal. O apoio anual traduz-se em 12 euros e permite ao amigo receber o boletim do grupo missionário “Ondjoyetu” ( a Nossa Casa), da diocese de Leiria-Fátima.
O grupo missionário desenvolve trabalho missionário em angola desde 2000, durante dois meses no Verão. Trata-se do projecto aS a ” acção Solidária com angola. Durante estes seis anos, 25 jovens estiveram em missão, em angola.
Em 1999 foi criado o grupo missionário depois de uma permanência de um sacerdote, entre 1993 e 1996, em Novo Redondo.
O grupo de trabalho irá começar do zero, a reerguer uma missão dos anos 60. ainda sem planos muito definidos porque pretendem fazê-lo com a população residente. a primeira das tarefas da equipa será a construção da casa para morar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *