Vieram partilhar a sua experiência de Cristo vivo e ressuscitado com outros jovens. Os pascoalinos de Verdelhos juntaram-se aos jovens de Barcelos e a outros neste convívio missionário juvenil.
Vieram partilhar a sua experiência de Cristo vivo e ressuscitado com outros jovens. Os pascoalinos de Verdelhos juntaram-se aos jovens de Barcelos e a outros neste convívio missionário juvenil. Setenta e cinco jovens participaram no convívio missionário juvenil que decorreu durante dois dias, na Consolata.
São jovens que vieram testemunhar o Cristo vivo e ressuscitado: um grupo de 22 elementos, de Barcelos e um grupo de 12 pascoalinos, os que fizeram a Páscoa jovem em Verdelhos.
a estes juntaram-se outros jovens dos Jovens missionários da Consolata bem como de outros locais onde os missionários celebraram Páscoa, no alentejo.
Um fim-de-semana para testemunhar o Cristo vivo e para partilhar experiências e viver o essa certeza nas celebrações.
Durante a manhã de hoje, antes da eucaristia e além dos trabalhos de grupo, os pascoalinos de Verdelhos deram o testemunho da sua Páscoa. Leonor sintetizou a experiência: “O que está à vista é a família que nós somos, que se senta à mesa e partilha tudo”.
Os colegas de experiência, entre os quais Raul, Sara, Paula salientaram, além da vivência, a alegria e a amizade que resultaram da experiência intensa.
O grupo concluiu este encontro com uma eucaristia missionária. O presidente da celebração, padre albino Brás exortou os jovens a fazer caminho. ” a Igreja precisa dos jovens, porque são a eterna primavera da Igreja”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *