a Câmara de Lisboa aderiu à Rede social, um programa de luta contra a pobreza e exclusão social.
a Câmara de Lisboa aderiu à Rede social, um programa de luta contra a pobreza e exclusão social. a Câmara de Lisboa aderiu à Rede social, um programa de luta contra a pobreza e exclusão social. O acordo foi assinado a 18 de abril entre a autarquia, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e o Centro Distrital de Segurança Social de Lisboa.
“Este protocolo é desejado há muitos anos e resulta de um processo que foi intensificado nos últimos dois anos”, afirmou o presidente da Câmara de Lisboa, Carmona Rodrigues. O autarca adiantou que o objectivo do programa é “garantir uma melhor eficácia de resposta social e criar novas formas de combates à exclusão social”.
Também presente na cerimónia, o presidente do Instituto de Segurança Social, Edmundo Martinho, considerou que a criação da rede em Lisboa foi “um parto difícil”. “Este processo é um momento marcante”, frisou Edmundo Martinho, considerando que é “um projecto ambicioso e exigente”, que pretende utilizar da “forma mais eficaz” os recursos disponíveis.
a sede da Rede Social irá funcionar no Convento das Bernardas, no bairro da Madragoa. a “Rede Social”, criado em 1997 e está implementado em 275 concelhos do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *