Quatro dezenas de idosas tomam parte na missa de quinta-feira santa, ou “Ceia do Senhor”. Nos bancos ou em cadeiras de rodas escutam o presidente da celebração que lhes fala da Eucaristia.
Quatro dezenas de idosas tomam parte na missa de quinta-feira santa, ou “Ceia do Senhor”. Nos bancos ou em cadeiras de rodas escutam o presidente da celebração que lhes fala da Eucaristia. Residentes do Lar Betânia, em Fátima, são mulheres a quem a vida sugou as energias e o vigor. De mãos erguidas ou de rosário na mão fixam os olhos frouxos no altar. aí­ desenrolam-se as cerimónias que abrem o trí­duo pascal.
Manuel Carreira, missionário da Consolata de 81 anos, explica-lhes, com a voz repassada de afecto, o sentido da celebração. é o dia da despedida de Jesus. Da primeira “Ceia” da nova Igreja fundada por Jesus. Neste dia, que antecede a sua morte, deixou-lhe a sua presença na Eucaristia, o mandamento da caridade e o sacerdócio.
a homilia é curta para não cansar as “avós”. acenando a cabeça, manifestam que compreendem. Escapa-lhes, aqui e acolá, um sorriso por entre os lábios. No final da celebração, partem felizes para confraternizarem umas com as outras. Vivem a Páscoa, à espera da Páscoa eterna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *