Bispo de Viseu garante continuação de vicariato e construção de nova igreja com novo projecto e mais económico.
Bispo de Viseu garante continuação de vicariato e construção de nova igreja com novo projecto e mais económico. O vicariato de Viso, etapa que antecede a criação de uma paróquia, na diocese de Viseu vai continuar a funcionar normalmente e, em Setembro será responsabilidade de um padre diocesano, garantiu o bispo da diocese, antónio Marto.
O prelado adiantou ainda que a construção da igreja é para concretizar, apenas terá um ” novo projecto, mais económico e que contemple outros espaços pastorais”.
O primeiro projecto orçava em 1,5 milhões de euros. a verba disponível é de 498 mil euros do Programa de Investimento e Despesas de Desenvolvimento da administração Central (PIDDaC) mais 450 mil euros angariados pelo vicariato.
O bispo explica que os fundos de construção da nova igreja continuam pertença do vicariato e que apenas haverá alterações no projecto.
Respondendo às dúvidas suscitadas pelo facto do vicariato deixar de ser responsabilidade dos missionários combonianos, o bispo antónio Marto assinala que já há alguns anos tinham manifestado que “o cuidado de uma paróquia não está de acordo com o seu carisma e com os objectivos do seu Instituto”, tendo entregue a responsabilidade do vicariato do Viso ao bispo.
Há oito anos, por acordo entre o seu antecessor, antónio Monteiro, e o então provincial dos missionários combonianos, o padre Joaquim da Fonseca, “o cuidado pastoral do vicariato do Viso foi confiado aos missionários combonianos, tendo sido nomeado pároco o padre Sálvio Greggio”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *