O Papa Bento XVI abandonou o título de “patriarca do Ocidente” para melhorar as relações com os cristãos ortodoxos, mas de acordo com um bispo ortodoxo russo mais títulos devem ser abandonados.
O Papa Bento XVI abandonou o título de “patriarca do Ocidente” para melhorar as relações com os cristãos ortodoxos, mas de acordo com um bispo ortodoxo russo mais títulos devem ser abandonados. títulos como “vigário de Cristo” ou “soberano Pontífice da Igreja universal” são “inaceitáveis, até escandalosos”, para os ortodoxos, disse o bispo Hilarion alfeyen na sua página de Internet. O bispo ortodoxo russo de Viena, principal representante da sua igreja na Europa, disse que o título “patriarca do ocidente” até era mais aceitável.
“Só renunciando aos títulos que realçam a jurisdição internacional do Papa, e a doutrina eclesiológica por detrás disso, pode haver avanços significativos para a reconciliação entre a Igreja Ortodoxa e a Católica”, escreveu.
as relações do Vaticano com a Igreja russa, a maior igreja ortodoxa, têm sido difíceis pois a hierarquia de Moscovo suspeita que a Igreja católica está a tentar ganhar mais membros desde a queda do comunismo.
O Patriarca Russo alexiy II disse em Março esperar uma resolução rápida para os problemas entre as igrejas. O cardeal Walter Kasper, representante do Vaticano para o ecumenismo, afirmou que nenhuma das igrejas pretende roubar fiéis à outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *