a procissão dos fogaréus e as seis capelas enfeitadas com flores dão um outro encanto à Semana Santa no Sardoal.
a procissão dos fogaréus e as seis capelas enfeitadas com flores dão um outro encanto à Semana Santa no Sardoal. “Do meio da negritude, entre as sombras do breu e os recortes fuscos do antigo casario, surge o cortejo de vultos, em passo lento e cadenciado, transportando o fogo da fé, que ilumina, que aquece e purifica. Caminham as almas em profundo silêncio apenas se ouvindo os passos no chão e os acordes dolentes da marcha triste executada pela centenária filarmónica”.
é este o ambiente mí­stico de fé e tradição que envolve a procissão do Senhor da Misericórdia (ou Fogaréus) que se realiza na quinta-feira Santa, 13 de abril, no Sardoal, pelas 21h30.
as ruas por onde passa o cortejo religioso são apenas iluminadas com as velas, archotes e candeias. Na procissão saem também os painéis das Cenas da Paixão.
a iniciativa é da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Sardoal e integra o Sermão do Mandato, na igreja do Convento de Santa Maria da Caridade.
De 9 a 16 de abril, abrem ao público as seis capelas da vila e a igreja da Misericórdia, enfeitadas pelos moradores com tapetes de pétalas de flores e plantas naturais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *