São mais 30 milhões de dólares para o desenvolvimento do ensino técnico e profissional de forma a qualificar pessoal.
São mais 30 milhões de dólares para o desenvolvimento do ensino técnico e profissional de forma a qualificar pessoal. O Banco Mundial emprestou 30 milhões de dólares a Moçambique para desenvolvimento e reforma do ensino técnico e profissional.
” a maneira mais durável de lutar contra a pobreza é investir nos recursos humanos do país”, disse o responsável do Banco Mundial para angola, Moçambique, Zâmbia e Zimbabwe, Michael Baxter.
Os programas apoiados visam criar maiores acessibilidades ao ensino por parte dos moçambicanos e em particular pelas mulheres. Os alunos nas escolas de formação profissional representam um por cento dos efectivos do sistema escolar do país.
“é uma tendência que devemos mudar porque Moçambique é pobre e o nosso mercado de trabalho necessita dum pessoal tecnicamente qualificado”, declarou o ministro da Educação Nacional.
Moçambique lançou três programas que abrangem a educação básica, o ensino secundário e o ensino superior avaliados em 161 milhões de dólares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *