Foi concedido o asilo em Itália a abdul Rahman. Já foi libertado da prisão e espera-se que em breve chegue a Roma. abdul tinha sido condenado à morte por ter-se convertido ao cristianismo.
Foi concedido o asilo em Itália a abdul Rahman. Já foi libertado da prisão e espera-se que em breve chegue a Roma. abdul tinha sido condenado à morte por ter-se convertido ao cristianismo. O convertido, cujo julgamento por abandonar o Islão e converter-se ao Cristianismo causou furor a nível internacional, pediu asilo no Ocidente. O governo italiano aceitou o pedido por unanimidade.
Rahman, que nasceu no afeganistão e foi criado como muçulmano, converteu-se ao cristianismo enquanto vivia na alemanha. Regressou ao afeganistão depois do governo talibã ter sido derrubado por tropas lideradas pelos Estados Unidos. O novo regime, apoiado pelos norte-americanos, acusou-o de apostasia, abandono da fé, ficando detido e sendo posteriormente condenado à morte.
Devido à forte pressão internacional, os líderes políticos do afeganistão ordenaram que fossem retiradas as queixas contra Rahman, considerando que este não tem saúde mental para ser julgado. Os líderes islâmicos protestaram contra o veredicto e acredita-se que a vida de Rahman possa estar em perigo caso permaneça no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *