Não fiquemos por aí­ indecisos, como autómatos, sem iniciativa. Também não devemos ir a reboque de ninguém. Busquemos a nossa própria santificação e trabalhemos também pela salvação dos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *