Numa declaração divulgada pelos meios de comunicação bascos, o grupo separatista ET a afirmou que o seu objectivo era “começar um novo processo democrático no país Basco”.
Numa declaração divulgada pelos meios de comunicação bascos, o grupo separatista ET a afirmou que o seu objectivo era “começar um novo processo democrático no país Basco”. a ET a é acusada da morte de mais de 800 pessoas nas quatro décadas de luta pela independência da região Basca. Neste momento prometem o cessar-fogo a partir do dia 24 do corrente mês. “é nosso desejo e vontade que seja o princípio do fim”, disse Teresa Fernandez de la Vega.
O vice-primeiro-ministro disse que estas eram “boas notícias para todos os espanhóis”, mas apelou a “mais cuidado que nunca”. Por seu lado, a associação das vítimas do Terrorismo (aVT) da Espanha considerou a declaração “um novo truque dos assassinos para conseguir os seus objectivos políticos”. “O único anúncio que a aVT espera da ET a é que o grupo se vai desmembrar e que os terroristas vão ser entregues para julgamento em Espanha”.
a declaração da ET a foi feita por três homens mascarados. “No final deste processo, os cidadãos bascos vão ter voz e poder para decidir o seu futuro”, disseram. “Terminar o conflito, aqui e agora, é possível. Este é o desejo e a vontade da ETa”. O cessar-fogo deve começar esta sexta-feira, 24 de Março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *