a 19 de Março um bispo católico indonésio visitou três prisioneiros condenados à pena de morte pelo seu papel nos confrontos da província de Sulawesi, trazendo consigo uma mensagem de apoio do Papa.
a 19 de Março um bispo católico indonésio visitou três prisioneiros condenados à pena de morte pelo seu papel nos confrontos da província de Sulawesi, trazendo consigo uma mensagem de apoio do Papa. O bispo Joseph Suwatan de Manado, encontrou-se com Fabianus Tibo, Dominggus da Silva e Marinus Riwu na prisão. O bispo disse estar a fazer esta visita à prisão de Palu como “enviado especial do Vaticano”.
Trazia consigo uma mensagem de Bento XVI expressando o seu apoio aos prisioneiros. O bispo disse que o Papa queria partilhar a dor dos homens e expressar a sua solidariedade pela injustiça legal que sofreram os três católicos durante o seu julgamento.
Os três homens foram condenados à morte pelo massacre de muçulmanos durante confrontos entre religiões em Poso, no ano 2000. Muitos indonésios afirmam que o julgamento foi controverso devido a uma forte intimidação exercida pelos fundamentalistas islâmicos. Nenhum muçulmano foi condenado pelos confrontos entre as religiões que deixaram mais de dois mil mortos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *