O ministro da saúde etíope anunciou que o governo vai estar a oferecer terapia antiretroviral e tratamento para infecções oportunistas a 58 mil pacientes com sida até ao princípio de Julho.
O ministro da saúde etíope anunciou que o governo vai estar a oferecer terapia antiretroviral e tratamento para infecções oportunistas a 58 mil pacientes com sida até ao princípio de Julho. O ministro da saúde disse que 23 mil pessoas já recebem a terapia antiretroviral gratuitamente desde Janeiro 2005. “O número de beneficiários vai atingir os 58 mil até ao final do orçamento deste ano [Julho]”, disse ahmed Imano, acessor de imprensa do ministério.
Pelo menos um milhão e meio de pessoas na Etiópia vivem com o ví­rus da sida, segundo estimativas das Nações Unidas. ahmed disse que umas 245 mil pessoas em todo o país precisam de terapia antiretroviral, e acrescentou que o governo tem planos para estar a dar o tratamento a 100 mil pacientes até ao final deste ano, aumentando o número para 200 mil até agosto 2008.
Cerca de metade dos 77 milhões de habitantes da Etiópia não têm acesso a cuidados médicos. O país tem uma incidência de sida na ordem dos 4,4 por cento, e pelo menos 900 mil pessoas morreram devido a esta pandemia desde 1986. O governo estima que vai precisar de 17 mil milhões de euros para enfrentar a crise da sida na próxima década.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *