O Papa Bento XVI disse à delegação ortodoxa grega que os crentes católicos e ortodoxos devem trabalhar juntos para restaurar a herança cristã da Europa.
O Papa Bento XVI disse à delegação ortodoxa grega que os crentes católicos e ortodoxos devem trabalhar juntos para restaurar a herança cristã da Europa. O Santo Padre encontrou-se na segunda-feira com 30 estudantes e professor da escola teológica apostoliki Diakonia, administrada pela arquidiocese ortodoxa de atenas, na Grécia. O Papa disse que o ocidente e o oriente devem unir-se para enfrentar “os desafios que ameaçam a fé”.
O Papa observou que depois de séculos de divisão, os anos que se seguiram à conclusão do Concílio Vaticano II trouxeram “um novo amanhecer”, e despertaram a esperança de uma renovada unidade entre os cristãos. Realçou o encontro entre João Paulo II e o arcebispo Christodoulos de atenas em 2001, e os contactos que se seguiram, marcando “o início de um novo caminho”. Desde 2004 que as igrejas católicas e ortodoxas realizam uma séria de intercâmbios culturais, sob a direcção do Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos.
No ano passado, Bento XVI fez um convite ao arcebispo Christodoulos para visitar o Vaticano. Este indicou ter esperança de concretizar a visita durante 2006. Já no passado o arcebispo teve outros convites para visitar o Vaticano, mas o Sínodo da igreja ortodoxa grega opôs-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *