as conversações entre o governo do Sri Lanka e os rebeldes tamil na Suí­ça uma vez mais impediram o regresso à guerra civil, comentaram os analistas e os diplomatas na sexta-feira.
as conversações entre o governo do Sri Lanka e os rebeldes tamil na Suí­ça uma vez mais impediram o regresso à guerra civil, comentaram os analistas e os diplomatas na sexta-feira. O Sri Lanka aplaudiu a notícia de que o governo e os rebeldes terminaram os dois dias de conversações com um acordo para voltar a encontrar-se em abril, mas alguns advertem de que o risco de guerra ainda não desapareceu. “O espectro da guerra, pelo menos até 19 de abril, parece ter sido evitado”, disse Iqbal athas, um analista político local. “até então, o cessar-fogo deve manter-se. Mas enquanto sorriem uns para os outros, ambas as partes vão continuar a preparar a guerra”.
Os observadores do cessar-fogo dizem que mais de 200 pessoas morreram em Dezembro e Janeiro quando alegados ataques dos rebeldes contra os militares deixaram o país à beira do regresso à guerra civil que em duas décadas matou mais de 64 mil pessoas.
as divisões continuam vastas, com o presidente Mahinda Rajapakse a recusar a exigência de um território para a minoria tamil, e os rebeldes a ameaçar partir para uma guerra total.com a mediação da Noruega foi negociado o cessar-fogo em 2002, o qual foi agora reafirmado. Os rebeldes prometeram fazer todo o possível para impedir ataques contra as forças de segurança. Por seu lado o governo prometeu assegurar que nenhum grupo externo às forças de segurança conduzirá operações armadas. Falta ver se as partes vão cumprir as suas promessas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *