Em todo o país os ugandese puderam exercer o seu direito de voto esta quinta-feira nas primeiras eleições multipartidárias nos últimos 25 anos.
Em todo o país os ugandese puderam exercer o seu direito de voto esta quinta-feira nas primeiras eleições multipartidárias nos últimos 25 anos. O presidente Yoweri Museveni espera ganhar estas eleições e prolongar as duas décadas de governo. Mas o ex-comandante dos rebeldes tem um forte adversário no que era o seu médico pessoas, Kizza Besigye, que tem o apoio dos jovens e das zonas urbanas.
Os dadores ocidentais, que chegaram a considerá-lo uma nova espécie de líder africano. Estão desapontados com o facto de que ele ainda concorra a estas eleições. Também reagiram muito negativamente ao facto de Besigye ter side detido e continuar a ser julgado por violção e por traição.
Por seu lado, os ugandese esperam que o vencedor das eleições possa pôr termo à guerra no norte do país, onde os rebeldes aterrorizam a população há já 20 anos, e melhorar as suas vidas. Neste país a maior parte dos habitantes vive com menos de um euro por dia.
Milhares de polícias e militares estão no terreno para manter a paz. Centenas de observadores estrangeiros estão espalhados pelo país para verificar qualquer irregularidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *