Membros do governo do Sri Lanka e rebeldes Tamil Tigers começaram uma ronda de conversações na cidade Suiça de Genebra. a primeira vez que se encontram cara-a-cara em três anos.
Membros do governo do Sri Lanka e rebeldes Tamil Tigers começaram uma ronda de conversações na cidade Suiça de Genebra. a primeira vez que se encontram cara-a-cara em três anos. Os dois dias de conversações visam revitalizar a trégua que dura há quatro anos. a crescente violência dos últimos meses fez temer o regresso à guerra civil. Os diálogos de paz foram negociados por Erik Solheim, enviado da Noruega para acompanhar o processo de paz.
O cessar-fogo de Fevereiro 2002 seguiu-se a várias rondas de negociações, que pararam em abril 2003. O reinício das conversações de paz foi marcado pelo aperto de mão entre o principal negociador do governo, Nimal Siripala de Silva, e o representante dos Tamil Tigers, anton Balasingham. “O fortalecimento do cessar-fogo é extremamente importante na nossa agenda”, disse Solheim.
Pelo menos 120 pessoas, muitas delas civis, morreram na violência que aumentou desde Novembro. Os ataques aos militares alegadamente são responsabilidade dos rebeldes, mas estes negam a acusação.
Mais de 60 mil pessoas morreram durante os 20 anos de conflito no Sri Lanka. Os Tamil Tigers querem autonomia para a minoria tamil no nordeste do país. O presidente Rajapakse disse que a solução para o conflito está num estado unitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *