Organização doou três mil doses de vacinas contra a doença para imunizar os profissionais de saúde que estão no terreno a tentar travar a propagação do ví­rus, vindo da vizinha República Democrática do Congo
Organização doou três mil doses de vacinas contra a doença para imunizar os profissionais de saúde que estão no terreno a tentar travar a propagação do ví­rus, vindo da vizinha República Democrática do Congo Depois de em novembro ter lançado um programa de vacinação contra o vírus ébola no Uganda, e de ter fornecido 2. 100 doses da vacina experimental, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou agora o envio de mais 3. 000 doses para imunizar os profissionais de saúde que tentam combater a propagação da doença. Segundo Yonas Tegegn Woldemariam, representante da OMS no país, as doses extra irão permitir alargar a vacinação a 20 distritos considerados de alto risco. até agora, segundo dados do Ministério da Saúde, já tinham sido vacinados mais de 2. 200 profissionais de saúde nas zonas de maior risco. a epidemia do vírus que se transmite por contacto físico através de fluídos corporais infetados e que provoca febre hemorrágica, foi declarada em 01 de agosto deste ano, em Mangina, nas províncias de Kivu Norte e Ituri, na República Democrática do Congo, tendo provocado a morte a 319 pessoas e infetado mais de 542, de acordo com a OMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *