Nações Unidas e autoridade Nacional da Palestina lançaram um apelo humanitário aos doadores, para assegurar assistência aos palestinianos no próximo ano
Nações Unidas e autoridade Nacional da Palestina lançaram um apelo humanitário aos doadores, para assegurar assistência aos palestinianos no próximo ano Plano de Resposta Humanitária de 2019 prevê a concretização de 203 projetos na Faixa de Gaza, na Cisjordânia e em Jerusalém, que podem beneficiar 1,4 milhões de pessoas. Para levar por diante estas ações, as Nações Unidas e a autoridade Nacional da Palestina (aNP) precisam de reunir pelo menos 300 milhões de euros. Segundo o coordenador humanitário da ONU para os territórios palestinianos , Jamie McGoldrick, o novo plano permite maximizar os fundos limitados, mas ainda é necessária maior assistência. Os atores humanitários dizem estar prontos para oferecer mais ajuda, se houver mais fundos e espaço para realizar as operações. a prioridade é assegurar comida, saúde, alojamento, água e saneamento aos mais vulneráveis. a situação humanitária tem vindo a agravar-se na Faixa de Gaza, desde março último, devido ao aumento das vítimas de confrontos nas manifestações. De acordo com uma declaração conjunta da ONU e aNP, este cenário levou a uma grave situação humanitária devido ao bloqueio de Israel, às divisões políticas internas entre palestinianos e aos confrontos recorrentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *