Enviado especial das Nações Unidas para a Síria considera que é possível alcançar a paz no país através de uma Constituição «credí­vel e inclusiva».comité Constitucional está a ser criado há vários meses
Enviado especial das Nações Unidas para a Síria considera que é possível alcançar a paz no país através de uma Constituição «credí­vel e inclusiva».comité Constitucional está a ser criado há vários meses Um conflito pode ganhar-se do ponto de vista territorial, sobretudo se tem um sólido apoio militar de países amigos, mas a questão é saber se [assim] pode ganhar-se a paz, interrogou este fim de semana o enviado especial da ONU para a Síria, referindo que se pode conquistar a pacificação do país através de uma Constituição credível e inclusiva. Para Staffan de Mistura, a reconstrução e o regresso dos refugiados são elementos que podem ajudar a conquistar a paz e são tão potentes como a força militar. Mas para isso, será fundamental concluir a composição do Comité Constitucional, que está a ser criado há vários meses. Este organismo deve reunir cerca de 150 membros: 50 eleitos pelo governo sírio, 50 pela oposição e 50 pelo enviado da ONU, que pretende incluir na reflexão especialistas e representantes da sociedade civil. Quinze membros de estes três grupos teriam como missão redigir uma nova Constituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *