O conjunto em exposição foi «criteriosamente escolhido» e «valoriza» o tradicional presépio em maquineta
O conjunto em exposição foi «criteriosamente escolhido» e «valoriza» o tradicional presépio em maquineta a sacristia grande da Sé de Portalegre encontra-se atualmente repleta de presépios construídos entre os séculos XVIII e XX, com materiais como o vidro, metal, madeira, papel, cartão, cortiça, concha, têxtil e terracota.com o nome Vinde adorar o Menino, a mostra reúne peças de Barcelos, Estremoz, Évora, Caldas da Rainha e Sintra, mas também da China e de Macau.
O conjunto exposto foi criteriosamente escolhido e selecionado, dando assim forma a uma exposição única na diversidade dos conjuntos e épocas que apresenta, e que valoriza excecionalmente o tradicional presépio em maquineta, explicam os responsáveis pela iniciativa, em comunicado.
Entre os criadores das peças em exposição encontram-se Joaquim Lourenço (Josafaz), Maria Luíza Sousa Fernandes, alberto Miguel, José Moreira e os Irmãos mistério. a iniciativa é promovida pelos cristãos da paróquia de Nossa Senhora da assunção da Catedral de Portalegre e da Comissão de Valorização do Património Religioso da Diocese de Portalegre-Castelo Branco. a mostra pode ser conhecida até 6 de janeiro.