Igreja Católica da Coreia do Sul vai aproveitar o período do advento para promover uma campanha para abolir a pena capital no país. Fiéis serão convidados a assinar uma petição dirigida ao governo
Igreja Católica da Coreia do Sul vai aproveitar o período do advento para promover uma campanha para abolir a pena capital no país. Fiéis serão convidados a assinar uma petição dirigida ao governo a Comissão Justiça e Paz da Conferência Episcopal da Coreia do Sul vai aproveitar o período do advento para promover uma campanha para abolição da pena de morte e convida todos os fiéis e cidadãos de boa vontade a assinarem uma petição dirigida ao governo, onde é pedida a retirada da pena capital do sistema legal nacional. Esta é a quarta vez que a Igreja Católica sul-coreana participa ativamente numa campanha de assinaturas para abolir a pena de morte e a prisão perpétua. O cardeal andrew Yeom Soo-jung, arcebispo de Seul, e o presidente da Conferência Episcopal, Igino Kim Hee-joong, foram os primeiros a subscrever a petição, que será posta a circular por todas as dioceses e paróquias católicas. a decisão de relançar a campanha surge na sequência dos sinais dados pelo Papa Francisco, que recentemente mudou as regras do Catecismo sobre a pena de morte. Na nova redação, pode ler-se que a Igreja ensina, à luz do Evangelho, que a pena de morte é inadmissível porque atenta contra a inviolabilidade e dignidade da pessoa, e se compromete com determinação na sua abolição em todo o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *