Objetivo é reforçar os mecanismos que permitam responsabilizar quem viola os direitos humanos no país. Proposta já foi enviada ao governo pela Ordem dos advogados
Objetivo é reforçar os mecanismos que permitam responsabilizar quem viola os direitos humanos no país. Proposta já foi enviada ao governo pela Ordem dos advogados a Ordem de advogados de Moçambique defende a criação de um Plano Nacional de Direitos Humanos, que posse permitir a responsabilização dos que violam esses direitos. a proposta já seguiu para o governo e os juristas estão confiantes na sua aprovação. Segundo Ricardo Moresse, presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem, a exploração de recursos minerais é a área onde se registam mais violações de direitos humanos, sobretudo devido aos megaprojetos, o que poderia ser combatido com a criação do referido plano. a proposta dos juristas foi anunciada esta semana em conferência de imprensa, onde os advogados deram também a conhecer os preparativos para a comemoração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, agendada para o próximo dia 10 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *