edifícios emblemáticos de vários países do mundo vão ser iluminados com «a cor do sangue» para recordar os cristãos perseguidos em todas as partes do globo
edifícios emblemáticos de vários países do mundo vão ser iluminados com «a cor do sangue» para recordar os cristãos perseguidos em todas as partes do globoMonumentos simbólicos de países como o Reino Unido, austrália, Irlanda, Estados Unidos da américa, e também Portugal, vão ser iluminados de vermelho, a cor do sangue, para lembrar aos portugueses e ao mundo o drama da perseguição aos cristãos.
Esta iluminação diferente do habitual terá lugar na noite desta quarta-feira, 28 de novembro. Em Portugal, vão ser iluminados de vermelho o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, a Torre dos Clérigos, no Porto, o Monumento ao Cristo Rei, em almada, e a Basílica dos Congregados, em Braga.
a iniciativa é promovida pela Fundação ajuda à Igreja que Sofre, organismo dependente da Santa Sé, que na última quinta-feira, 22 de novembro, publicou o Relatório sobre a Liberdade Religiosa, onde se aponta para a existência de mais de 300 milhões de cristãos a viverem em países onde há perseguição religiosa.
Em comunicado, os autores do documento referem que a liberdade religiosa é, possivelmente, o barómetro principal dos direitos humanos e quando o direito à liberdade religiosa é violado, dificilmente os outros direitos fundamentais do ser humano não são também violentados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *