líder dos Direitos Humanos da ONU alerta que as alterações do clima estão a ameaçar os direitos de milhões de pessoas e pede aos Estados medidas de combate eficazes, ambiciosas e urgentes
líder dos Direitos Humanos da ONU alerta que as alterações do clima estão a ameaçar os direitos de milhões de pessoas e pede aos Estados medidas de combate eficazes, ambiciosas e urgentes a alta Comissária para os Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, endereçou uma carta aberta a todos os Estados-membros a alertar que os direitos humanos estão sob a ameaça de uma força que está desafiando as fundações da vida tal como se conhece, neste planeta que compartilhamos. Na missiva, a responsável pede mais ação aos governos para inverterem esta situação. a mensagem de Bachelet surge em antecipação ao encontro sobre o clima que se realiza no próximo mês, em Katwice, na Polónia, onde serão tomadas decisões que governarão as ações climáticas definidas no acordo de Paris, em 2015. Neste sentido, exorta os Estados participantes a trabalharem juntos para tomarem medidas climáticas eficazes, ambiciosas, urgentes e baseadas nos direitos humanos. Segundo a responsável, os dados disponíveis apontam para um aquecimento mundial de 3ºC, o que significa mais do dobro da meta estabelecida no acordo de Paris, e que poderá ter como consequências que nações inteiras, ecossistemas, pessoas e formas de vida podem simplesmente deixar de existir. Inúmeras vidas serão irremediavelmente prejudicadas, começando por aquelas que já enfrentam discriminação por causa do seu género, por causa do seu status económico, porque são membros de povos indígenas ou minorias, porque são migrantes ou deslocados internos, por causa da idade ou porque são pessoas com deficiência, sublinha Bachelet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *