Pelo segundo ano consecutivo a polícia deteve mais de 100 mulheres por participarem numa manifestação nas ruas de Bulawayo, segunda maior cidade do país, “armadas” com rosas vermelhas e cartões de amor.
Pelo segundo ano consecutivo a polícia deteve mais de 100 mulheres por participarem numa manifestação nas ruas de Bulawayo, segunda maior cidade do país, “armadas” com rosas vermelhas e cartões de amor. O objectivo desta demonstração com símbolos de amor é chamar a atenção para a fome e para alegadas violações dos direitos humanos. Muitas mulheres marcharam carregando os seus filhos amarrados às costas na forma tradicional, como grande parte das mulheres africanas faz enquanto desempenham os seus deveres quotidianos.
a manifestação foi organizada pelo movimento “Levantem-se Mulheres do Zimbábue”. as participantes exigiam “rosas e pão”. Segundo a organização, centenas de mulheres participaram na manifestação. Mais de 100, incluindo 13 bebés, foram detidas.
a polícia local, que não tinha autorizado a manifestação, não quis fazer qualquer comentário. No ano passado as activistas detidas foram libertadas sem enfrentar as duras penas previstas para os que violam as leis contra as manifestações públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *