Representantes das Nações Unidas deslocaram-se ao país para reafirmar o apoio ao acordo de paz assinado em setembro e avaliar a situação das mulheres e crianças, as mais afetadas pelo conflito
Representantes das Nações Unidas deslocaram-se ao país para reafirmar o apoio ao acordo de paz assinado em setembro e avaliar a situação das mulheres e crianças, as mais afetadas pelo conflito É uma visita de demonstração de solidariedade à população e à liderança do mais novo país do mundo. Jean-Pierre Lacroix, subsecretário-geral da ONU para Operações de Manutenção de Paz, Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres, estão no Sudão do Sul para se inteirarem da situação do país. Na deslocação, além de reforçarem o apoio da organização ao acordo de paz assinado no mês passado pelo governo e pela oposição em adis abeba, na Etiópia, os representantes da ONU querem saber quais os principais desafios que enfrentam as mulheres e crianças mais vulneráveis. Para Jean-Pierre Lacroix, neste momento o mais importante é levar por diante o acordo de paz, um processo que as Nações Unidas estão prontas para apoiar. ao mesmo tempo, é necessário assegurar que a implementação do entendimento seja inclusiva, envolvendo mais as mulheres. a inclusão de mulheres de forma substancial, por forma a serem apoiadas protegidas, é defendida também por Phumzile Mlambo-Ngcuka. a líder da ONU Mulheres elogia o facto do acordo de paz de setembro prever uma quota de 35 por cento de mulheres em cargos executivos, mas considera haver ainda muito a fazer neste domínio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *