as crianças que crescem na pobreza ou estão em desvantagem social e económica apresentam mais probabilidades de ter menores habilidades cognitivas na terceira idade, segundo um estudo cientí­fico
as crianças que crescem na pobreza ou estão em desvantagem social e económica apresentam mais probabilidades de ter menores habilidades cognitivas na terceira idade, segundo um estudo cientí­fico Tal como o corpo, o cérebro envelhece, mas para alguns pode envelhecer mais depressa do que para outros, conclui Pavla Ermáková, autor de um estudo publicado recentemente na revista científica Neurology, que aponta a pobreza infantil como uma possível causa da perda de memória na terceira idade. a investigação incidiu sobre um grande número de pessoas de diferentes origens e localizações geográficas e descobriu que as desvantagens sociais e económicas na infância podem ter um impacto negativo nas habilidades cognitivas: pensar, aprender, raciocinar, recordar e resolver problemas. Para a realização deste estudo, os investigadores examinaram mais de 20 mil pessoas, de 16 países europeus, com uma média de idades de 71 anos. Os participantes foram entrevistados e avaliados e cinco anos depois voltaram a ser inquiridos, pelo menos mais uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *