autoridades prosseguem as investigações para localizar um terceiro elemento suspeito de pertencer à rede, já identificado. São acusados de extorquir dinheiro a migrantes para os transportarem
autoridades prosseguem as investigações para localizar um terceiro elemento suspeito de pertencer à rede, já identificado. São acusados de extorquir dinheiro a migrantes para os transportarem a polícia marroquina anunciou esta quarta-feira, 26 de setembro, a detenção de dois homens suspeitos de pertencerem a uma rede criminal especializada em fraude, organização e facilitação da migração ilegal. Há um terceiro elemento do grupo já identificado e que pode ser detido nos próximos dias. Os dois indivíduos já detidos, de 35 e 45 anos, um de nacionalidade espanhola e o outro marroquina, são acusados de ter extorquido candidatos no amílcar para fazê-los emigrar clandestinamente a bordo de pequenas embarcações, segundo informações da Direção-Geral de Segurança Nacional. Na terça-feira, a Marinha Real de Marrocos tinha disparado contra uma embarcação de migrantes ilegais, frente à costa de de M”diq-Fnideq, depois do tripulante ter desobedecido às ordens das autoridades. Uma jovem de 22 anos morreu e três pessoas ficaram feridas e o piloto da embarcação acabou detido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *