Mês de sensibilização para a importância da doação de medula óssea chega ao fim com a celebração de uma grande missa campal que será animada por pessoas com cancro
Mês de sensibilização para a importância da doação de medula óssea chega ao fim com a celebração de uma grande missa campal que será animada por pessoas com cancroO final de setembro assinala no Brasil o encerramento de um mês de apelo à doação de medula óssea. Estamos num grande movimento para que as pessoas se registem para ser doadoras de medula óssea para juntos salvarmos os que estão a precisar do nosso transplante de medula, refere Marilene Meneguzzo Schnornberger, coordenadora geral e fundadora do movimento Corrente do bem.

a responsável realça que o transplante é responsável pela vida de todas as pessoas portadoras de leucemias, linfomas e outras doenças do sangue, sendo que muitos dos doentes são crianças e recém-nascidos, que têm uma vida pela frente. O fim da campanha de sensibilização será assinalado com uma Eucaristia. No final do mês, com a participação da Igreja Católica, vamos encerrar as nossas campanhas com uma grande missa, disse a responsável, citada pelos serviços de comunicação do Vaticano.

a missa campal de encerramento da campanha está agendada para o próximo dia 30 de setembro, e terá início pelas 19h30, na Praça Getúlio Vargas, em Pato Branco. a animar a cerimónia vai estar um grupo de canto coral constituído por pessoas com cancro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *