Prémio Terre de Femmes dá visibilidade e donativos financeiros a mulheres detentoras de projetos na área do ambiente
Prémio Terre de Femmes dá visibilidade e donativos financeiros a mulheres detentoras de projetos na área do ambiente O período de candidaturas à décima edição do Prémio Terre de Femmes chega ao fim já no próximo dia 8 de outubro. O galardão premeia anualmente mulheres com iniciativas ambientais, e este ano apresenta novidades: em vez de uma, passam a ser três as distinções, e no lugar de 10 mil euros, o prémio passa a ser de 18 mil euros – dez mil para a primeira classificada, cinco mil para a segunda, e três mil para a terceira.
as candidatas ao Prémio Terre de Femmes devem ter idade igual ou superior a 18 anos e um projeto eco-empreendedor já concretizado. Em Portugal, o Terre de Femmes já fez a diferença na vida de 22 mulheres e queremos continuar a amplificar projetos e iniciativas de verdadeiras “super eco-cidadãs”, por isso apelamos a todas as empreendedoras que tenham projetos a favor do ambiente que nos façam chegar a sua história, apela Paula Cunha, porta-voz da Fundação Yves Rocher em Portugal, organismo promotor da iniciativa.
Nas edições anteriores do Prémio Terre de Femmes foram distinguidas autoras de projetos que visavam a reflorestação com árvores autóctones, a criação de vestuário com desperdícios e a transformação de garrafas de água em lâmpadas solares, entre outros. através deste galardão, os seus promotores pretendem favorecer a autonomização das mulheres, apoiando financeiramente as ideias daquelas que trabalham por um planeta melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *