Os grupos armados voltaram a atacar no norte do país, com grande violência. Pelo menos 10 pessoas foram mortas e três dezenas de casas foram incendiadas
Os grupos armados voltaram a atacar no norte do país, com grande violência. Pelo menos 10 pessoas foram mortas e três dezenas de casas foram incendiadas a violência voltou à região norte de Moçambique, com mais uma povoação a ser atacada por grupos armados, na província de Cabo Delgado, informaram esta sexta-feira, 21 de setembro, as autoridades locais. Pelo menos 10 pessoas foram assassinadas e outras 15 ficaram feridas. O primeiro ataque ocorreu na noite de quinta-feira, na aldeia de Ntoni, um povoado pertencente ao posto de Mucojo, distrito de Macomia, no litoral centro de Cabo Delgado. Os agressores, que segundo vários testemunhos usavam fardas militares, entraram a disparar com armas de fogo, mataram uma dezena de residentes, feriram outros 15 e incendiaram três dezenas de casas. Mais tarde, nas proximidades de Pundanhar, no distrito de Palma, uma patrulha militar foi vítima de uma emboscada, mas as autoridades não revelaram as consequências do confronto. O último ataque do género tinha-se registado a 8 de setembro, também no distrito de Macomia. as ofensivas contra povoações da província de Cabo Delgado têm vindo a ocorrer desde outubro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *