a solidariedade é o caminho a seguir pela Europa, através do acolhimento e da integração, sobretudo dos migrantes e refugiados, aconselha o Conselho das Conferência Episcopais da Europa
a solidariedade é o caminho a seguir pela Europa, através do acolhimento e da integração, sobretudo dos migrantes e refugiados, aconselha o Conselho das Conferência Episcopais da Europa a solidariedade é o caminho irrenunciável para enfrentar as migrações e os grandes problemas nacionais e internacionais, defenderam esta segunda-feira, 17 de setembro, os membros do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), na mensagem final de um encontro que se realizou em Poznan, na Polónia. a Europa deve desenvolver o espírito da compreensão recíproca e cooperação, respirando com seus dois pulmões cristãos – Oriente e Ocidente – o bom ar da solidariedade, refere o documento, enaltecendo a solidariedade, desde que praticada com acolhimento e de integração. Recordando que o voluntariado movimenta milhões de cristãos na Europa, os bispos destacam a importância da formação espiritual também no serviço da caridade, realçando a necessidade de evangelizar também nos ambientes das novas pobrezas, como a falta de respeito pela vida, a desintegração da família, a imposição da cultura de género, a restrição da liberdade religiosa, os migrantes e refugiados. Os prelados reiteraram ainda a riqueza do diálogo ecuménico, que consideram tão necessário neste período delicado em que vive o continente devido às crescentes tensões dentro dele, para se encontrarem outros caminhos de colaboração entre as Igrejas no campo da solidariedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *