Iniciativa apoiada pela União Europeia visa promover o turismo sustentável em alguns destinos considerados património mundial. Paisagem natural de Sintra, em Portugal, é uma das localizações recomendadas
Iniciativa apoiada pela União Europeia visa promover o turismo sustentável em alguns destinos considerados património mundial. Paisagem natural de Sintra, em Portugal, é uma das localizações recomendadas Viagens ao Património Mundial. Este será o nome da nova plataforma criada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) para promover o turismo sustentável e divulgar os destinos classificados como património mundial, que será apresentada este sábado, 15 de julho, em Paris, França. O site inclui a paisagem natural de Sintra como uma das 34 localizações recomendadas. Segundo Mechtild Rossler, diretora do Centro do Património Mundial da UNESCO, o objetivo da plataforma é mudar a forma como as pessoas viajam, levando-as a que fiquem mais tempo, experienciem a cultura local e o seu ambiente e adquiram um maior conhecimento sobre os valores do património mundial. Para já, o projeto, cofinanciado pela União Europeia, encoraja os visitantes a descobrirem 34 locais, em 19 países, através de quatro itinerários: Europa Real, Europa antiga, Europa Romântica e Europa Subterrânea. Em Portugal, o destino aconselhado é a zona de Sintra, o primeiro local na Europa a entrar na lista do património mundial, enquanto paisagem cultural. Disponível em inglês, chinês e francês, o website contém informação prática e ferramentas para ajudar os viajantes a planearem a sua viagem, com base no conhecimento local sobre o destino. Um dos objetivos é ajudar também a atrair turistas chineses para a Europa no âmbito do ano do Turismo China-Europa que se assinala em 2018, esclarece Rossler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *