Organização não governamental estima que existam no mundo atualmente cerca de 4,5 milhões de crianças menores de cinco anos com problemas de desnutrição. Perto de 600 mil correm risco de vida
Organização não governamental estima que existam no mundo atualmente cerca de 4,5 milhões de crianças menores de cinco anos com problemas de desnutrição. Perto de 600 mil correm risco de vida a vida de cerca de 600 mil crianças que vivem em países em conflito e sofrem de desnutrição aguda severa está em perigo e o mais certo é que estes menores não consigam receber atenção nutricial de que necessitam por causa dos confrontos, alertou a organização não governamental Save the Children. a organização estima que cerca de 4,5 milhões de menores de cinco ano necessitam de tratamento para a desnutrição aguda severa, o que significa 20 por cento mais do que em 2016. Devido aos conflitos, dois em cada três podem não receber tratamento, o que os deixa em risco de sobrevivência. Em 2018 ninguém devia morrer de fome, mas o número de pessoas esfomeadas no nosso planeta começou a aumentar de novo, lamentou a presidente da Save the Children, Hellen Thorning-Schmidt, considerando uma vergonha o que se está a passar no mundo. Segundo a ativista, muitas destas crianças encontram-se em zonas de conflito, onde por vezes se vê usar a fome como arma de guerra e as entregas de alimentos são boicotadas pelas partes em confronto, em países como o Iémen, Síria e Sudão do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *