“algumas multinacionais já estão a conspirar. Tivemos encontros com líderes militares que nos deram informações sobre o modo como estas estão a ser preparadas”, afirmou o presidente boliviano.
“algumas multinacionais já estão a conspirar. Tivemos encontros com líderes militares que nos deram informações sobre o modo como estas estão a ser preparadas”, afirmou o presidente boliviano. Estas declarações de Juan Evo Morales, durante um encontro com líderes rurais, vêm ao encontro do que afirmou o presidente venezuelano Hugo Chávez, alegando que a Bolívia é vítima de “conspiração corporativa”. Morales prometeu controlo governamental a todos os níveis sobre a exploração do petróleo e do gás. Lançou agora um apelo aos movimentos sociais para que se mobilizem para defender os planos do governo que visam mudar os contractos com as multinacionais, permitindo que uma maior parte dos lucros fiquem no país.
a alegada conspiração contra o governo boliviano envolve multinacionais empenhadas na exploração de hidrocarburetos que pretendem impedir a nacionalização dos depósitos de gás bolivianos.
Bolívia, um pequeno país que pretende fazer frente aos grandes poderes económicos, com o objectivo de usar os recursos naturais para o proveito da sua própria gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *