Nações Unidas lançam apelo para que o Tratado abrangente de Proibição de Testes Nucleares entre em vigor, e assinalam a urgência de colocar um fim a esta atividade
Nações Unidas lançam apelo para que o Tratado abrangente de Proibição de Testes Nucleares entre em vigor, e assinalam a urgência de colocar um fim a esta atividadeas atividades nucleares representam uma história de sofrimento, com as vítimas a pertencer às comunidades mais vulneráveis do mundo, lamenta antónio Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas, numa mensagem dedicada ao Dia Internacional contra Testes Nucleares, assinalado esta quarta-feira, 29 de agosto.
O responsável lembrou que as consequências arrasadoras destas atividades não se limitam às fronteiras internacionais, tendo também impactos no ambiente, saúde, segurança alimentar e desenvolvimento económico. Na mesma mensagem, Guterres afirma que as necessidades de segurança coletiva exigem que todos os esforços sejam feitos para fazer entrar em vigor o Tratado abrangente de Proibição de Testes Nucleares, de 1996.
através da celebração do Dia Internacional contra Testes Nucleares, os responsáveis pelas Nações Unidas pretendem colocar o tema na ordem do dia, envolvendo o maior número possível de organismos e entidades nesta efeméride. É também um objetivo da data informar, educar e defender a necessidade de acabar com o uso de armas nucleares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *