Serviço ambulante vai ajudar nos pedidos de cartão de cidadão e proceder a sinalizações para apoio médico e psicológico
Serviço ambulante vai ajudar nos pedidos de cartão de cidadão e proceder a sinalizações para apoio médico e psicológicoaté à próxima quinta-feira, 23 de agosto, duas carrinhas com serviços de administração pública encontram-se a percorrer 61 localidades afetadas pelo incêndio no sul de Portugal.com o nome Espaços móveis cidadão, os veículos vão passar pelos concelhos de Monchique, Odemira, Portimão e Silves. O objetivo é disponibilizar às populações que tenham mais dificuldade em deslocar-se, um conjunto de serviços porta-a-porta, em várias áreas da administração Pública, explicam os serviços de comunicação do Instituto da Segurança Social (ISS).
a iniciativa disponibiliza variados apoios, como informação e emissão de certidões, informação sobre a situação dos veículos consumidos pelas chamas, renovação da carta de condução, emissão do registo criminal, emissão de chave móvel digital (para aqueles que ficaram sem o cartão do cidadão) e entrega de despesas médicas da aDSE para reembolso.
aos técnicos do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana caberá proceder ao levantamento das situações de carência habitacional, e fornecer informações para a obtenção de apoio financeiro destinado à resolução das perdas relacionadas com o incêndio. Os técnicos da Direção Regional de agricultura e Pescas do algarve terão a missão de proceder ao diagnóstico e levantamento de situações no que diz respeito à agricultura.
Por sua vez, os técnicos da Segurança Social prestarão apoio e acompanhamento social, de forma a tratar de eventuais subsídios, prestações sociais e sinalização para apoio médico e psicológico. Já ao Instituto do Emprego e Formação Profissional caberá proceder ao levantamento de situações de desemprego e empresas atingidas pelo fogo, e ajudar nos pedidosdecartão de cidadão e de segunda via de documento único automóvel. Os Espaços móveis cidadão entraram em circulação na última quinta-feira, 16 de agosto. No último dia do seu trajeto, 23, será feita uma reavaliação das necessidades no terreno e, caso seja necessário, irá proceder-se a um ajuste do percurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *