as ofertas dos fiéis servirão para complementar a ajuda dos fundos oficiais, e têm como destinatários as cidadãos desfavorecidos prejudicados pelos incêndios
as ofertas dos fiéis servirão para complementar a ajuda dos fundos oficiais, e têm como destinatários as cidadãos desfavorecidos prejudicados pelos incêndiosas contribuições dos fiéis para os ofertórios das Eucaristias que terão lugar nas igrejas da diocese do algarve, no próximo fim de semana, dias 18 e 19 de agosto, serão destinadas às vítimas desfavorecidas do incêndio de Monchique. Estou certo de que esta decisão corresponde ao sentir, não só do povo cristão algarvio, mas também de quantos nos visitam em tempo de férias e têm acompanhado, com sentimentos de grande solidariedade, o sofrimento dos mais diretamente atingidos por este incêndio de proporções tão devastadoras, referiu Manuel Quintas, bispo na diocese do algarve.
Em comunicado, os responsáveis pela diocese do sul do país referem que as ofertas serão geridas exclusivamente pela Cáritas da Diocese do algarve, somando-se à quantia facultada pela Cáritas Portuguesa e por outras Cáritas diocesanas. No mesmo documento, a diocese do algarve indica ainda que os donativos serão utilizados para fins que os programas do Estado e outros oficiais não abranjam, tendo como alvo as pessoas mais desfavorecidas das regiões afetadas pelos incêndios, de forma a complementar os apoios provenientes de fundos oficiais.
Carlos Oliveira, presidente da Cáritas algarvia afirmou ter dado conta à Câmara Municipal de Monchique da disponibilidade do organismo humanitário para atuar imediatamente sem formalismos e burocracia. Os apoios a prestar pela instituição da igreja poderão apoiar o renascimento económico, assim como o esforço de quantos necessitarão de retomar as suas atividades profissionais, através, por exemplo, da aquisição de eletrodomésticos, mobiliário, equipamentos de rega, alfaias agrícolas e colmeias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *