Plataforma inter-ministerial e de participação da sociedade civil visa contribuir para a definição de uma estratégia integrada em matérias relacionadas com a segurança alimentar e nutricional
Plataforma inter-ministerial e de participação da sociedade civil visa contribuir para a definição de uma estratégia integrada em matérias relacionadas com a segurança alimentar e nutricional Seguindo uma recomendação da assembleia da República, o governo decidiu criar o Conselho alimentar e Nutricional em Portugal (CONSaNP), um organismo que terá como objetivo primordial assegurar o direito humano à alimentação adequada, através da cooperação entre ministérios e a sociedade civil. Segundo o despacho de criação do Conselho, já publicado em Diário da República, terá, entre outras competências, a responsabilidade de propor uma estratégia nacional de combate ao desperdício alimentar, incentivar o desenvolvimento da segurança alimentar e nutricional ao nível municipal, e promover a adoção boas práticas em matéria de segurança alimentar. O CONSaNP é um importante avanço em Portugal, particularmente se tiver as condições necessárias para promover participativamente e sem reservas uma verdadeira política inter-setorial para sistemas alimentares sustentáveis, reagiu Francisco Sarmento, chefe de delegação portuguesa da Organização das Nações Unidas para a alimentação e agricultura (FaO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *