Estima-se que mais de um milhão de pessoas conseguiram voltar às suas terras de origem. Está prevista a criação de um centro para acolher os refugiados que decidam regressar
Estima-se que mais de um milhão de pessoas conseguiram voltar às suas terras de origem. Está prevista a criação de um centro para acolher os refugiados que decidam regressar O jornal oficial do Ministério da Defesa da Rússia anunciou esta semana que cerca de 1,2 milhões de sírios já regressaram às suas localidades de origem nos últimos três anos, depois de abandonarem os campos de refugiados e de deslocados. ainda esta semana, a agência estatal de notícias libanesa prevê que cerca de 900 refugiados sírios residentes no sudoeste do Líbano iniciem a viagem de regresso ao seu país. Para isso, a autoridades enviaram autocarros para apoiar o repatriamento. Mais de cinco milhões de pessoas fugiram da Síria desde 2011, quando estalou o conflito armado. a maioria está concentrada na Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque e Egito. Nos últimos tempos, os governos de acolhimento e o regime de Bashar al assad têm incentivado ao retorno. Segundo as autoridades russas, os governos da Rússia e da Síria chegaram recentemente a um acordo para criar um centro destinado a acolher os refugiados que decidam voltar ao país depois de sete anos de guerra civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *