Sistema de abastecimento no nordeste do país foi atacado pela terceira vez. Só esta infraestrutura deixou mais de 10 mil pessoas sem acesso a água potável
Sistema de abastecimento no nordeste do país foi atacado pela terceira vez. Só esta infraestrutura deixou mais de 10 mil pessoas sem acesso a água potável O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) condenou esta semana mais um ataque a um sistema de abastecimento de água no Iémen, uma prática que tem vindo a tornar-se comum no país e que já deixou mais de oito milhões de crianças sem acesso regular a água potável. Segundo Geert Cappelaere, diretor regional da agência no Médio Oriente e Norte de África, um grande centro de abastecimento de água em Sa”ada, no nordeste do país, foi atacado pela terceira vez, o que afetou diretamente mais de 10 mil pessoas. além da privação da água potável, a população fica mais exposta a doenças. Em março, a infraestrutura tinha sido atacada duas vezes na mesma semana, causando danos avaliados em 17 mil euros, que o UNICEF suportou. Os estragos provocados neste último ataque estão estimados em mais de 250 mil euros. Geert Cappelaere lembra que os ataques a infraestruturas civis, incluindo sistemas de água, são uma violação do direito internacional humanitário, e apela, mais uma vez, que as partes em conflito parem todos os ataques e atividades militares que danifiquem urbanística e serviços públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *