Fundo Monetário Internacional prevê uma inflação no país que pode chegar a 1. 000. 000 por cento até final do ano. Desde 2016, estima-se que 1,6 milhões de venezuelanos tenham deixado o país

Fundo Monetário Internacional prevê uma inflação no país que pode chegar a 1. 000. 000 por cento até final do ano. Desde 2016, estima-se que 1,6 milhões de venezuelanos tenham deixado o país
a inflação na Venezuela pode chegar a 1. 000. 000 por cento este ano, de acordo com uma projeção do Fundo Monetário Internacional (FMI), que deixa margem para muitos cenários e uma certeza: as condições de vida no país vão continuar a deteriorar-se. as finanças públicas atrofiam com a queda da produção petrolífera – responsável por 96 por cento das receitas do país – e futuro adivnha-se sombrio, com as previsões do FMI que apontam para uma queda de 18 por cento do Produto Interno Bruto (PIB). atualmente, o salário mínimo de um venezuelano dá apenas para um quilo de frango ou para um hambúrguer. até agora, estima-se que 1,6 milhões de pessoas deixaram o país desde que a crise começou a acentuar-se, em 2016, e o FMI acredita que o êxodo vai intensificar-se devido à escassez de comida e de medicamentos e à contínua degradação dos serviços públicos. Com as sanções impostas pelos Estados Unidos da américa, os especialistas consideram vital encontrar financiamento para dinamizar a economia venezuelana, em valores anuais que deveriam oscilar entre os 17 e 25 mil milhões de euros, durante dois ou três anos. No entanto, não se vislumbra interesse algum do executivo para modificar a política económica, lamentam os peritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *