a erupção do vulcão de Fogo deixou 86 por cento dos afetados sem fontes de rendimento. Quase metade das vítimas ficaram também sem terra para as atividades agrícolas
a erupção do vulcão de Fogo deixou 86 por cento dos afetados sem fontes de rendimento. Quase metade das vítimas ficaram também sem terra para as atividades agrícolasUm estudo da Organização Internacional para as Migrações (OIM) estima que 86 por cento das vítimas da erupção do vulcão de Fogo, na Guatemala, ficaram sem fontes de rendimento e muitos pensam migrar para ultrapassar a situação em que se encontram, desde junho. O desastre natural provocou 75 mortos, duas centenas de desaparecidos e atingiu cerca de 1. 700 pessoas. Os dados recolhidos pela agência da ONU revelam que 43 por cento das vítimas ficaram sem terra para as suas atividades agrícolas, 41 por cento necessitam de habitação e 25 por cento precisam de trabalho. Dos inquiridos, sete por cento admitiram carecer de assistência económica. Os índices de segurança e de prestação de cuidados de saúde junto aos locais de abrigo são considerados aceitáveis, mas a OIM diz haver ainda um certo grau de vulnerabilidade no abastecimento de água e saneamento. as famílias deslocadas estão a receber instruções para prevenir crimes de violência sexual e tráfico de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *