” a proliferação de armas ligeiras, a marginalidade e os desafios da inclusão social” é o tema do colóquio e debate organizado pela Comissão Nacional Justiça e Paz.
” a proliferação de armas ligeiras, a marginalidade e os desafios da inclusão social” é o tema do colóquio e debate organizado pela Comissão Nacional Justiça e Paz. a Comissão Nacional Justiça e Paz promove amanhã, a 7 de Fevereiro de 2006, uma conferência sob o tema ” a proliferação de armas ligeiras, a marginalidade e os desafios da inclusão social”, a terceira sessão da audição pública “Por uma sociedade segura e livre de armas”.
a sessão terá lugar na Fundação Calouste Gulbenkian ” Sala 1, às 15 horas, e conta com a intervenção de Isabel Guerra, socióloga e perita em questões de pobreza, coesão e inserção social, os comentários de Joaquim azevedo, especialista em Ciências da Educação, e do Padre Valentim GonçAlves, pároco do Prior Velho, Lisboa, com vasta experiência em integração e promoção social e diálogo inter-religioso. O debate do tema será moderado pela magistrada Maria José Morgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *