Suspeita de envolvimento de magistrados num esquema de favorecimento e de pressões sobre investigações em curso levou os prelados a pedirem esclarecimentos públicos

Suspeita de envolvimento de magistrados num esquema de favorecimento e de pressões sobre investigações em curso levou os prelados a pedirem esclarecimentos públicos
a Conferência Episcopal Peruana (CEP) emitiu um comunicado, que fez chegar ao Presidente da República do Peru, pedindo esclarecimentos públicos e urgentes sobre o caso que está a abalar a vida institucional e política do país, após a divulgação de áudios que denunciam um alegado esquema de corrupção envolvendo três membros do Conselho Nacional de Magistratura. No contexto da corresponsabilidade institucional e moral, e por respeito aos bons magistrados, todos nós temos o direito de saber se as revelações dos áudios, a propósito de membros do Conselho Nacional da Magistratura e do poder judiciário, são uma exceção ou revelam o que geralmente acontece no nosso sistema judiciário, escrevem os bispos, ressalvando que falam como pastores e cidadãos. Para o episcopado peruano, se os fatos não forem esclarecidos, os cidadãos perderão a confiança e o respeito pelas autoridades judiciárias e suas respetivas instituições, com resultados desastrosos para a convivência democrática do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *