a obra está na origem de uma tenda de grandes dimensões, onde é possível encontrar ilustrações sobre o drama daqueles que fogem da guerra e da pobreza
a obra está na origem de uma tenda de grandes dimensões, onde é possível encontrar ilustrações sobre o drama daqueles que fogem da guerra e da pobrezaO livro Clube Mediterrâneo: doze fotogramas e uma devoração, criado a partir de um poema sobre a crise migratória escrito por João Pedro Mésseder, com ilustração de ana Biscaia e tipografia e design de Joana Monteiro, vai representar Portugal na quinta edição do festival de banda desenhada altCom.
O evento terá lugar na cidade de Malmo, na Suécia, de 23 a 26 de agosto, sob o tema Como sobreviver a uma ditadura, título que também dá forma a uma exposição coletiva em que a ilustradora portuguesa ana Biscaia participa com uma obra inédita.
Em resposta ao convite dos organizadores do festival, ana Biscaia e Joana Monteiro convidaram a cenógrafa Filipa Malva, dando origem a uma exposição em que o livro surge cenografado, portátil e passível de ser transformado em espaço de trabalho (para realização de oficinas de ilustração e tipografia, com a comunidade, baseadas no livro), explicam os responsáveis pela editora Xerefé, num comunicado citado pela agência Lusa.
a instalação assenta numa tenda de grande formato (aludindo aos campos de refugiados e às frágeis estruturas onde dormem as pessoas, idosos, crianças, famílias inteiras), onde estarão expostas as reproduções das ilustrações do livro num formato não convencional, revelam os serviços de comunicação da editora Xerefé, adiantando que existe a possibilidade de ana Biscaia e Joana Monteiro realizarem sessões de trabalho em escolas de Malmo, ao longo da sua permanência no país. Depois de Malmo, a exposição que apresenta o livro como um cenário será apresentada em várias cidades nacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *