Secretário-geral das Nações Unidas publicou um artigo de opinião num jornal norte-americano onde afirma que o povo rohingya está a ser vítima de uma limpeza étnica
Secretário-geral das Nações Unidas publicou um artigo de opinião num jornal norte-americano onde afirma que o povo rohingya está a ser vítima de uma limpeza étnica após uma visita aos acampamentos de refugiados rohingya, no Bangladesh, o secretário-geral da ONU, antónio Guterres, publicou um artigo de opinião no jornal The Washington Post onde afirma que esta minoria forçada a fugir de Myanmar está a ser vítima de uma limpeza étnica e que o mundo falhou na sua proteção. Guterres diz ter ouvido relatos de assassinatos de crianças em frente dos pais, de violações em massa de meninas e mulheres e de membros da família sendo torturados e mortos, e de vilas inteiras queimados. Para ele, as terríveis experiências da minoria rohingya, no estado de Rakhine, em Myanmar, desafiam a compreensão. admitindo que nada poderia prepará-lo para o que viu e ouviu, o líder da ONU fala ainda de abusos sistemáticos de direitos humanos pelas forças de segurança de Myanmar, no ano passado, com o de objetivo aterrorizar a população rohingya e forçar a minoria a escolher o medo ou a morte ou a deixar tudo simplesmente para sobreviver. No artigo, antónio Guterres lembra também que o Bangladesh é um país em desenvolvimento, que está levando os seus recursos ao limite para ajudar nesta crise. E elogia o país e o povo bengalês por abrirem suas portas aos refugiados enquanto nações maiores e mais ricas estão a fechar as suas fronteiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *