as ofertas das reclusas foram totalmente produzidas na horta biológica em que se empenham há seis meses
as ofertas das reclusas foram totalmente produzidas na horta biológica em que se empenham há seis mesesMeio ano depois de aceitarem o desafio de criar uma horta com dez mil metros quadrados e um pomar, seis reclusas do Estabelecimento Prisional de Tires entregaram à Casa das Mães e à Casa da Criança, instituições que acolhem os filhos de algumas delas, cabazes com produtos hortícolas que produziram num terreno anexo à cadeia. Os bens produzidos deverão também chegar a famílias carenciadas do concelho de Cascais, e outra parte da produção será vendida ao público para apoiar a sustentabilidade do projeto que integram.
ao princípio fiquei assustada, porque nunca tinha feito este trabalho. Mas é indiscutível. Isto é mesmo muito bom. Tirando o facto de estarmos privadas da liberdade, uma pessoa chega aqui e esquece tudo. aqui estamos livres e mais à vontade com a natureza. Vemos crescer os produtos e as bolhas nas mãos, mas isso faz parte, disse Jaqueline Silva, umas das reclusas envolvidas no projeto, em declarações aos serviços de comunicação do município de Cascais.
a sessão de entrega simbólica dos primeiros produtos hortícolas contou com a presença de Celso Manata, diretor geral dos Serviços Prisionais, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, Joana Balsemão, vereadora no mesmo município, e de Luís Capão, presidente da Cascais ambiente. Celso Manata realçou o trabalho duro levada a cabo pelas reclusas, mas concretizado com muito gosto. Estas pessoas estão aqui para fazer um percurso positivo, destacou o responsável.
Por sua vez, Carlos Carreiras frisou que a entrega daqueles bens é muito especial e com muitos fatores positivos. O presidente do município de Cascais, destacou que as reclusas não só superam o desperdício, ao trabalharem num terreno ao abandono, como exercem também um esforço de vontade e de cidadania.
Segundo o autarca, as seis mulheres detêm agora novas competências que desconheciam. O vosso talento também está aqui. Que outros talentos vocês ainda não descobriram?, interrogou o responsável, deixando esperança e ânimo às responsáveis pela iniciativa. a entrega dos bens teve lugar esta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *