Número de crianças enviadas para Centros de Retenção administrativa atingiu valores recorde o ano passado. as associações de defesa dos direitos humanos dizem que estas detenções podiam ser evitadas
Número de crianças enviadas para Centros de Retenção administrativa atingiu valores recorde o ano passado. as associações de defesa dos direitos humanos dizem que estas detenções podiam ser evitadas a quantidade de migrantes menores colocados em Centros de Retenção administrativa (CRa), em França, aumentou 70 por cento em 2017, segundo várias associações de defesa dos direitos humanos, que denunciam a eficácia muito limitada deste sistema de reclusão dos indocumentados antes de serem expulsos. O ano passado, foram contabilizadas 304 crianças retidas nestes centros, com 147 famílias. Para os responsáveis das associações autorizadas a intervir nos CRa, o encerramento dos menores podia ser evitado facilmente, já que são locais impróprios e muito traumatizantes para as crianças. além do mais, a duração da reclusão é relativamente curta em França, pois 70 por cento das famílias são colocadas nos centros para preparar o repatriamento, normalmente um dia antes da expulsão. Em 2017, mais de 10 mil indocumentados passaram pelos CRa, antes de serem expulsos do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *